12 julho 2015

Top 5 alimentos saudáveis-só-que-não!

Oooi, pessoal! Tudo bem?  Hoje eu vim falar sobre comida que não é comida. Como assim? Produtos que a indústria alimentícia diz ser uma coisa, mas é outra totalmente diferente e acho que você vai se identificar pelo menos com algum.

1 - Pães e biscoitos integrais e "fit":

Image and video hosting by TinyPic

Ah, os pães e biscoitos "integrais"! Quem nunca comprou um pacote daquele biscoito "integral", porque finalmente ia começar a dieta e achou que estava tudo certo, só porque prometiam emagrecer em 14 dias com uma tal "Operação Biquíni". Mas você sabe o que realmente significa "integral"?

Nada mais é do que um produto feito com 100% de farinha de trigo integral, a farinha feita com o trigo inteiro, sem a remoção da casca do grão de trigo e sem o processo de refinação pelo qual a farinha branca passa. Por isso, é mais rica em fibras, facilitando o trânsito intestinal, além de ser absorvida mais lentamente pelo organismo (usando a glicose aos poucos). Para um produto ser integral, ele não pode conter farinha branca na composição (leia-se farinha de trigo enriquecida com ferro e ácido fólico), que é uma bomba de glicose e obriga o corpo a usar aquela energia naquele momento ou será acumulado no tecido adiposo, também conhecido como barriguinha e pneuzinhos.
Então lembre-se: leia os rótulos e escolha somente os que tem "Farinha de trigo integral" e o máximo de ingredientes naturais, sem químicos nocivos ou o mínimo deles, e nada de "farinha de trigo enriquecida com blá, blá, blááááá...."


2- Barrinhas de cereais

Image and video hosting by TinyPic



Não prestam. São ricas em açúcar, melecas, conservantes e os "cereais" nada mais são do que flocos de arroz inchados, que não têm nenhum valor nutricional além de carboidratos que, lembrando, em excesso engordam. Fora o chocolate que vai por baixo, que não é nada light. Não são nutritivas, são pobres em fibras e não vão acrescentar em nada de vantajoso na sua vida. São equivalentes aos bombons, só que mais caras, além de te iludirem. Coma uma frutinha que é melhor! ;)

3- Sucos de caixinha, Néctares de fruta e Refrescos em pó:

Você sabe a diferença? A Francine Lima, do canal Do Campo à Mesa, pode explicar melhor:





Resumindo: Prefira espremer ou bater sua própria frutinha ao invés de comprar, pois além de caros, os industrializados não são nada bons para a saúde. Os sucos industrializados se comparam aos refrigerantes, pois não contém nada de fruta e ainda são cheios de açúcar e químicos nocivos, que podem causar câncer.


4- Chás enlatados ou de caixinhas



Image and video hosting by TinyPic


Você vai lá, toda feliz fazer sua comprinha light da semana e se depara com chá verde em latinha e pensa: "Nossa, que prático! Não vou precisar ferver água!" -.-'
QUERIDAAAA!!! HELLOOO!! A regra é a mesma do suquinho que vimos lá encima! De chá mesmo, só tem o nome! Se a função do chá verde, branco, etc. é desintoxicar, o que é que esses açúcares, conservantes, realçadores de sabor, corantes, acidulantes estão fazendo aqui??? Além de todos esses ingredientes, os chás costumam perder boa parte de suas propriedades em no máximo 24 horas, não sendo mais tão benéfico assim. Existem algumas exceções de marcas boas, mas são raras. Então prefira fazer seu próprio chá e leve-o em uma garrafinha para ir consumindo durante o dia.


5- Granola

Image and video hosting by TinyPic


AHÁÁ! Se espantou? Pois é! A granola, na maioria das vezes contém alto teor de açúcar, além de mel e melado de cana acrescentado. Mas se já tem mel e melado, pra quê açúcar, né?  Essa quantidade exagerada de doce joga as calorias nas alturas, além do índice glicêmico (que é o mesmo caso dos biscoitos lá em cima). Leia sempre os rótulos (sendo chata e redundante pela milésima vez), pra saber o que você está levando pra casa. Prefira aveia e linhaça pro seu iogurte, mas se quiser meeesmo a granola, prefira as que contém apenas mel ou as versões diet (sem nenhum tipo de açúcar).

Esses são os 5 produtos fake que mais me incomodam e os que eu vejo as pessoas próximas consumirem muitooo, achando que são produtos saudáveis e que estão fazendo o certo. A regra de ouro pra uma alimentação saudável não é cara e faz muito bem: leia sempre os rótulos! Se não veio da natureza e se você não sabe pra que serve, então é melhor evitar.
Beijos e até a próxima!

Nenhum comentário :

Postar um comentário